terça-feira, 21 de julho de 2009

Plano de parto

Tendo em conta que o parto é um momento e experiência única (mesmo tendo vários cada 1 será diferente) na vida das mães - sem menosprezar os papás que também desempenham um papel fundamental neste processo tão natural mas tão compelxo ao mesmo tempo, mas aqui seremos nós, mulheres a parte mais activa - decidi que deveria fazer um plano. Mesmo que depois não o entregue, pelo menos no tempo que dispendo a faze-lo já estou a reflectir sobre coisas que considero importantes e que me deixarão mais descansada pelo facto de já ter algum conhecimento prévio. O mais provável é mesmo acabar por deixar que as decisões mais importantes sejam tomadas pela equipa médica com o meu consentimento, claro, pois afinal são eles que têm a formação e, à partida, estarão mais vocacionados para zelar pelo bem estar do bebé e da mamã (e porque não pelo papá quando cair para o lado devido a tamanha emoção?;) )
Já falei sobre alguns aspectos com o meu GO e com a enfermeira-parteira. De qualquer modo, apenas na próxima consulta, dia 29, dissiparei todas as dúvidas, ou pelo menos, as possíveis. Se conseguir que seja mesmo o meu GO a fazer o parto, aí sentir-me-ei completamente segura pois já há 11 anos que me segue, conhece o meu corpo e a minha personalidade. Acho que nesta fase a confiança será 50% do sucesso.

Neste momento, o meu plano está mais ou menos delineado, mas como ainda me sinto um pouco retraída, vou apresentar apenas alguns tópicos, até em jeito de brincadeira, sem querer parecer leviana, pois afinal trata-se de um assunto bastante sério. Mas nesta fase, acho que é mais fácil assim, uma coisa mais levezinha. Após a consulta, aí sim mostrarei o meu plano devidamente elaborado. Já agora, aproveito mais uma vez para convidar a sugestões ou outras opiniões de quem já fez, ou pensa fazer um plano de parto. Tudo é bemvindo. Aqui fica então:


Exmos. Srs.

Apresento a lista das minhas preferências para o nascimento do André. Caso alguma das opções não possa ser seguida, por favor informem-me e consultem-me relativamente às alternativas na certeza de que farão o vosso melhor.

Admissão:
-Gostaria que não me rapassem os pêlos púbicos (até porque já ando a cuidar criteriosamente da depilação para não ter de ir à gilete)
-Se necessário, pode ser administrado clister (antes isso do que receber mal o meu filhote)
Presenças na sala de parto:
-Gostaria que o meu marido estivesse sempre comigo
-Não me oponho a que estejam estudantes presentes
-Gostaria que não estivessem pessoas constantemente a entrar e a sair da sala de parto
Ambiente na sala de parto:
-Gostaria de ouvir música escolhida por mim
-Gostaria de ter luzes suaves na sala de parto (para que o André não se assuste ao ver a fronha da mãe)
Dor:
-Gostaria de receber a epidural o mais cedo possível
Trabalho de parto:
-Gostaria de poder beber água ou chá (ou qualquer bebida com efeito anestesiante lol)
-Gostaria de ter liberdade de movimentos durante o trabalho de parto (isto se não ficar paralizada com o medo)
-Gostaria de circunscrever ao mínimo o numero de exames vaginais (toques) (quer dizer, agora estou proibida de tudo e mais alguma coisa e depois querem andar lá a meter e a tirar a mão?! Nada disso!)
-Prefiro que me seja efectuada uma episiotomia para evitar a laceração do períneo
Pós-parto:
-Gostaria que fosse o marido a cortar o cordão umbilical (o marido ainda não sabe se quer...)
-Gostaria de dar de mamar na primeira hora a seguir ao parto
-Gostaria que não oferecessem suplemento ao bebé sem o meu consentimento
Em caso de cesariana:
-Gostaria que o meu marido estivesse presente
-Gostaria de ter as mãos livres para poder segurar no meu bebé após o nascimento

Apesar de ainda estar em tom de brincadeira, digamos que já dá muito, mesmo muito que pensar!


6 comentários:

  1. Gostei da forma como escreveste, então a parte dos toques está "demais".
    Do meu mais velhinho não fiz clister e foi bem recebido, do mais novo teve o clister, não sei para que, para me ter borrado toda a caminho da casa de banho.
    Uma coisa que aconselho é não ter parto induzido com oxcitina (usam para acelerar o trabalho de parto e que se torna mais doloroso)Do meu mais novinho só tive oxcitina aos 8 dedos porque a dilatação tinha parado, foi bem melhor do que se tivesse desde o inicio.
    Beijinhos,
    Ana e seus tesourinhos

    ResponderEliminar
  2. Hehehe... Posso copiar o plano de parto? :p

    ResponderEliminar
  3. ui ai se está!
    realmente ainda não tinha pensado nisso...mas sinceramente acho que vou pedir pelo menos 2/3 delas no dia...visto que algumas sei já qu o hospital não deixa :(
    jinhos

    ResponderEliminar
  4. Pois, já tá pertinho o dia D... Seja como for, ele vem cá para fora e vocês vão tar uns pais super babadissimos que se esquecem dos planos e de tudo e de todos :)

    Bjinhos

    Hasta

    ResponderEliminar
  5. Estes planos estão o máximo!!! Já falta pouquinho ;)) Eu ainda vou bem no começo...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. olá Zélia ,gostei miuto do seu plano de parto ,´além de muito bom senso ,pede muito pouco ,apenas muita tranquilidade para o dia mais feliz da sua vida da minha parte o que eu poder faze-lo para contribuir pode contar beijo amigo Enf Olga

    ResponderEliminar