quarta-feira, 29 de julho de 2009

Resultado da consulta...


Hoje lá fomos para a consulta, o papá calmo como sempre, a mamã ansiosa e o André a exibir-se na barriguinha. Barriguinha, que é como quem diz: aqui a mamã já engordou 18kgs, estou com 70,5kgs, por isso é uma Sra. D. Barriga! Nunca pensei que tal fosse possível... mas nem tudo são notícias menos boas. Está tudo bem com o André, temos é de continuar a fazer repouso para não haver surpresas ;). O Sr. Dr. acha que, pela sua experiência, o André vai ser um bebé para uns 3 quilos e tal. Mantém-se na posição cefálica, daí a mamã ter dores pois ele está lá sempre a dar cabeçadas e a placenta e o líquido estão bem. Fizemos colheita para ver se não há infecções e um toque... daqueles que a mamã não gosta nada. Está tudo no bom caminho para recebermos o André. Para a próxima semana faremos o primeiro CTG e se nos aguentarmos às 38 sem. decidiremos tudo. Senão, se sentir alguma coisa (já há uma pontinha muito pequenina de rolhão mucoso à vista), há que ligar logo à Enf. Olga para dar andamento ao processo.
Resumindo, correu tudo muito bem e estamos mais descansados. Ironia das ironias, a mamã chegou a casa e desatou a chorar porque... pois porque será? Descompressão? Não faço a minima ideia... Nada que uma boa noite de sono (como se ainda me lembrasse o que isso é) não ajude a passar! Amanhã estamos frescos que nem uma alface.


Meninas, meninos, todos os que nos leêm, vamos dar força à nossa amiga http://umsonhoporealizar.blogspot.com/ que já tinha o seu sonho a realizar-se e mais uma vez viu-o chegar ao fim... às vezes umas simples palavras ajudam a aliviar a dor.

terça-feira, 28 de julho de 2009

Coisas de grávida


Amanhã temos consulta com o GO e se por um lado estou ansiosa que o tempo passe depressa para ver como está o André, para ver o que ele anda aqui a fazer dentro da mamã, como está tudo a evoluir, para tirar todas as dúvidas para o momento crucial que se aproxima a passos largos, por outro estou com medo! Estou como esta tartaruga, só que não tenho carapaça onde me refugiar ;) Estou receosa que o parto tenha que ser já, que alguma coisa não esteja bem. Já sei que na data prevista não é, o médico já me tinha dito que não aguentava até lá e a meta das 36 semanas já conseguimos atingir... mas apesar de querer conhecer o meu filhote, quero que ele aguente mais um bocadinho, que esteja tudo bem, que eu esteja a conseguir proporcionar-lhe o máximo de conforto possível neste casulo. Que raio de dicotomias!
Como é possível sentir tamanha felicidade e angústia ao mesmo tempo?! É provável que seja natural. É provável que amanhã logo cedo comece a fazer a contagem decrescente para ir ver o André no ecografo, mas hoje deu-me esta neura. Coisa de mulher grávida lol Tenho mesmo é de pensar: eu tenho todas as capacidades para trazer o meu bebé a este mundo!
Entretanto acho que vou aproveitar o facto dos meus pais me terem satisfeito um desejo: milho cozido! A espiga mesmo. Não imaginam o bem que me soube e que ainda vai saber pois não vou resistir a comer mais um bocadinho (não posso é abusar para não ficar mais balão ainda :)) Há anos que não o fazia e provavelmente só o voltarei a fazer daqui a muitos anos também, mas com cara de milho... já não nasce!!!!



Amanhã, logo veremos o resultado da consulta...

Miminhos da mamã Vera

Ontem ficamos muito contentes com o miminho do Marco e do irmãozinho que vem a caminho, Pedro Manuel! A mamã acertou mesmo! O André ainda não tinha nenhum chapéu do género e a mamã Vera ofereceu-nos um lindíssimo com a camisolinha mesmo a condizer. Eu bem digo que este rapaz vai ser só vaidade!Obrigada, adoramos o miminho. Depois marcamos o encontro para o meu André e o teu Pedro Manuel se conhecerem, jogarem à bola, irem às miúdas...;)

Miminho / Selo


Regras para receber o selo:
1 - Exiba a imagem do selo, que acabou de ganhar.
2 - Poste o link do blogue de quem a indicou (muito importante).
3 - Indique 10 blogues de sua preferência. Avise os seus indicados (não esquecer) e publique as regras

Carmo, adoramos o miminho e estamos cá numa ansia de saber se é hoje que vais conhecer o Rodrigo... Ficamos à espera de novidades...

http://mundodasmaes.blogspot.com/

Agora a tarefa mais difícil: atribuir este selo a 10 blogs... são tantos os que gosto... Aqui vai
1- http://loiradistraida.blogs.sapo.pt/
2- http://umsonhoporealizar.blogspot.com/
3- http://nossa-estrelinha.blogspot.com/
4- http://oespacodamargarida.blogspot.com/
5- http://tesouro-precioso.blogspot.com/
6- http://bebematilde.blogspot.com/
7- http://macalila.wordpress.com/
8- http://claudiacaporcasa.blogspot.com/
9- http://naminhabarriga.blogspot.com/
10- http://sonhos-starfish.blogspot.com/
Amigas, como 10 são muito poucos, sintam-se à vontade para adoptar este selo


segunda-feira, 27 de julho de 2009

36 semanas - barrigão

Como prometido, aqui está a foto do barrigão com 36 semanas! De facto, acreditem que é um barrigão, pelo menos é o que toda a gente me diz. E apesar de todos os incómodos eu só fico é orgulhosa por tamanho pipo, melancia, bola de capa... ;) Na quarta-feira temos consulta e vamos ver o André. Espero que este peso todo que sinto na barriga seja ele já bem grandinho e não apenas os líquidos e gordurinhas da mamã. Acreditem que se me vissem iriam rir-se: pareço uma pata a caminhar, para me levantar da cama é um filme, já quase rebolo... e partilha-la com o marido até se está a tornar dificil, parece que ficou mais pequena. Estou sempre cheia de calor e parece que não me posso mexer. Acho que é desta que vamos ter de dormir em camas separadas, isto é, pelo menos ele dormir, porque eu... não, isto que eu tenho feito não é dormir é ir fechando a pestana de vez em quando. Estou simplesmente... espaçosa lol
Está grávida de 36 semanas – já só faltam 28 dias!
Qual a sensação do bebé a encaixar.
Embora o bebé continue a crescer e a ocupar o espaço dos seus órgãos internos, poderá sentir que já não sente tanta fome como há algumas semanas. Refeições mais pequenas e mais frequentes são muitas vezes mais fáceis de digerir nesta altura. Se o bebé começar a adoptar uma posição mais baixa na pélvis, poderá sentir menos azia e respirar mais facilmente. Esta descida – também chamada de encaixe do bebé – acontece com maior probabilidade antes do início do trabalho de parto, numa primeira gravidez. O encaixe do bebé pode aumentar a pressão sobre o baixo abdómen e caminhar pode ser mais desconfortável. Algumas mulheres dizem que se sentem como se transportassem uma bola de bowling entre as pernas ou como se o bebé fosse simplesmente cair. (Não se preocupe, isso não vai acontecer!) Sente-se com a cabeça no ar? As falhas de memória são normais no último trimestre. Pode estar assoberbada ou simplesmente distraída pelas enormes alterações que está prestes a viver, para além de estar exausta se tiver dificuldade em fazer uma boa noite de sono.
Poderá notar que as contracções de Braxton Hicks são agora mais frequentes. É uma boa altura para analisar com o seu médico exactamente quando e para onde deve contactá-lo se achar que começou o trabalho de parto. Geralmente, deve telefonar quando começa a sentir contracções regulares a cada cinco minutos durante cerca de uma hora. Se tiver algum sinal de parto esta semana, telefone de imediato – o bebé ainda é considerado prematuro até às 37 semanas. Deve também telefonar de imediato se tiver ruptura da bolsa (ou mesmo que pense estar a perder líquido amniótico), se detectar uma redução da actividade do bebé ou se tiver hemorragias vaginais, febre, dores de cabeça intensas, dores abdominais ou alterações ao nível da visão.

in http://familia.sapo.pt/johnson/calendario_de_gravidez/o_seu_corpo/828845.html

Ainda estamos por cá ;)

Temos estado caladitos esta semana, aqui a mamã tem andado muito cansada e a pedir ao André que se continue a portar bem e espere mais um bocadinho. Quarta feira temos consulta e já vamos ver como estão as coisas. Entretanto temos conversado com a Enf. parteira que está a ser uma boa ajuda aqui para a mamã. Sempre muito atenciosa e pronta para retirar todas as dúvidas. Só isto já nos diminui a ansiedade e ajuda a ficar mais calmos. Obrigada!
Esta semana já fizemos a escritura da casa. Já temos água, luz, só falta o gás. Pena mesmo é o elevador ainda não estar ligado para a mamã poder subir e arrumar tudo com calma. É um 4º andar e ir pelas escadas não é de todo aconselhável. Estamos tão perto, vamos ver se conseguimos ter tudo prontinho antes do André chegar, senão terá mesmo de vir para casa dos avós (que não se importam nada ;)

Já agora, aproveitamos para agradecer à Sra. São pelo miminho lindo que deu ao André. Este miúdo vai ser mesmo vaidoso lol.
Agora vamos descansar um bocadinho que a mamã já não pode estar mais sentada e mais logo damos mais novidades! Nem que seja apenas a foto da barrigona às 36 semanas ;)

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Soluços... ainda dentro da barriga ;)

Na segunda-feira, dia em que completamos as 35 semanas comecei a anotar no Boletim da Grávida os movimentos fetais. As instruções são para que se inicie a partir das 9h a contagem dos movimentos e quando atingir os 10 movimentos anotar na hora correspondente: 9h; 10h; 11h… pelo que me parece o meu apontamento vai ser sempre nas 9h. Ele é tão vivaço que mal começo a contar… já estão 10!
Mas, o André ainda me consegue surpreender. Tem sessões de soluços pelo menos duas vezes por dia. Há um tempito atrás não passava dos 30, 40 soluços de cada vez, até que há 3 semanitas atrás atingiu os 234! Até fiquei aflita, mas não voltou a acontecer até… ontem em que bateu todos os recordes: 242!!!! Coitado do André, deve ficar exausto e também eu fico apreensiva mesmo sabendo que soluçar é normal. Assim que tiver oportunidade falarei com o meu GO sobre o assunto porque acho curioso e porque digamos que é uma quantidade exorbitante de soluços!…

Porque soluça o bebé?
Da mesma forma que não sabem realmente por que razão soluçam os adultos, os investigadores também não sabem do que pode provocar os soluços fetais. Os soluços - uma convulsão involuntária do diafragma - são perfeitamente normais no útero e não são motivo de preocupação. Podem até ser motivo de celebração. Dado que os soluços só ocorrem depois de o sistema nervoso estar completamente desenvolvido no segundo trimestre, deve encará-los como um sinal de que o bebé se está a desenvolver normalmente, explica o Dr. Mark Taslimi, professor de obstetrícia e ginecologia no Lucille Packard Children's Hospital, em Palo Alto, Califórnia. Mas não se preocupe se não sentir quaisquer soluços; algumas grávidas não os sentem de todo.
http://familia.sapo.pt/johnson/calendario_de_gravidez/o_seu_corpo/828843.html

terça-feira, 21 de julho de 2009

Plano de parto

Tendo em conta que o parto é um momento e experiência única (mesmo tendo vários cada 1 será diferente) na vida das mães - sem menosprezar os papás que também desempenham um papel fundamental neste processo tão natural mas tão compelxo ao mesmo tempo, mas aqui seremos nós, mulheres a parte mais activa - decidi que deveria fazer um plano. Mesmo que depois não o entregue, pelo menos no tempo que dispendo a faze-lo já estou a reflectir sobre coisas que considero importantes e que me deixarão mais descansada pelo facto de já ter algum conhecimento prévio. O mais provável é mesmo acabar por deixar que as decisões mais importantes sejam tomadas pela equipa médica com o meu consentimento, claro, pois afinal são eles que têm a formação e, à partida, estarão mais vocacionados para zelar pelo bem estar do bebé e da mamã (e porque não pelo papá quando cair para o lado devido a tamanha emoção?;) )
Já falei sobre alguns aspectos com o meu GO e com a enfermeira-parteira. De qualquer modo, apenas na próxima consulta, dia 29, dissiparei todas as dúvidas, ou pelo menos, as possíveis. Se conseguir que seja mesmo o meu GO a fazer o parto, aí sentir-me-ei completamente segura pois já há 11 anos que me segue, conhece o meu corpo e a minha personalidade. Acho que nesta fase a confiança será 50% do sucesso.

Neste momento, o meu plano está mais ou menos delineado, mas como ainda me sinto um pouco retraída, vou apresentar apenas alguns tópicos, até em jeito de brincadeira, sem querer parecer leviana, pois afinal trata-se de um assunto bastante sério. Mas nesta fase, acho que é mais fácil assim, uma coisa mais levezinha. Após a consulta, aí sim mostrarei o meu plano devidamente elaborado. Já agora, aproveito mais uma vez para convidar a sugestões ou outras opiniões de quem já fez, ou pensa fazer um plano de parto. Tudo é bemvindo. Aqui fica então:


Exmos. Srs.

Apresento a lista das minhas preferências para o nascimento do André. Caso alguma das opções não possa ser seguida, por favor informem-me e consultem-me relativamente às alternativas na certeza de que farão o vosso melhor.

Admissão:
-Gostaria que não me rapassem os pêlos púbicos (até porque já ando a cuidar criteriosamente da depilação para não ter de ir à gilete)
-Se necessário, pode ser administrado clister (antes isso do que receber mal o meu filhote)
Presenças na sala de parto:
-Gostaria que o meu marido estivesse sempre comigo
-Não me oponho a que estejam estudantes presentes
-Gostaria que não estivessem pessoas constantemente a entrar e a sair da sala de parto
Ambiente na sala de parto:
-Gostaria de ouvir música escolhida por mim
-Gostaria de ter luzes suaves na sala de parto (para que o André não se assuste ao ver a fronha da mãe)
Dor:
-Gostaria de receber a epidural o mais cedo possível
Trabalho de parto:
-Gostaria de poder beber água ou chá (ou qualquer bebida com efeito anestesiante lol)
-Gostaria de ter liberdade de movimentos durante o trabalho de parto (isto se não ficar paralizada com o medo)
-Gostaria de circunscrever ao mínimo o numero de exames vaginais (toques) (quer dizer, agora estou proibida de tudo e mais alguma coisa e depois querem andar lá a meter e a tirar a mão?! Nada disso!)
-Prefiro que me seja efectuada uma episiotomia para evitar a laceração do períneo
Pós-parto:
-Gostaria que fosse o marido a cortar o cordão umbilical (o marido ainda não sabe se quer...)
-Gostaria de dar de mamar na primeira hora a seguir ao parto
-Gostaria que não oferecessem suplemento ao bebé sem o meu consentimento
Em caso de cesariana:
-Gostaria que o meu marido estivesse presente
-Gostaria de ter as mãos livres para poder segurar no meu bebé após o nascimento

Apesar de ainda estar em tom de brincadeira, digamos que já dá muito, mesmo muito que pensar!


segunda-feira, 20 de julho de 2009

E cá vai mais uma... 35!!

Ontem tive um dia diferente. Senti-me diferente. Além de estar toda inchada, mais no final do dia senti um cansaço extremo, um peso enorme! O André não queria parar de se mexer e digamos que até estava um pouco bruto. Até o meu marido conseguia sentir a força que ele fazia bem lá no fundo com a cabeça, tipo "Tirem-me daqui! Quero sair!". Isto deixa-me um pouco preocupada pois ele tem de se aguentar mais um bocadinho e as dores eu suporto-as! Na ultima consulta o médico mandou fazer mesmo repouso pois ele já estava muito descido, por isso, André tem calma.
Hoje, a festa continua. Estou mesmo a ver que vai ser mais uma noite sem dormir, a correr para a casa de banho tal é a pressão que ele faz sobre a minha bexiga. Mas esta festa toda deve ser mesmo para comemorar a nossa chegada às 35 SEMANAS. E porque é dia de festejo, acha que só ele é que se pode divertir, alta rave aqui dentro e a mãe, coitada, deitadinha na cama... ;)

Até já...

No sábado não consegui resistir e fomos ver o mar. Até encontramos a prima Leonor toda vaidosa com o seu fato de banho novo My little pony :). Não houve esforço, nada disso, mas sentia falta do som das ondas e do cheiro da brisa marítima. Foi bom e agradável mas ao mesmo tempo sinto que estou a despedir-me de algo. Olhei para o meu marido e recordei momentos que ali passamos juntos e momentos que ali vivi ainda muito antes dele ter começado a fazer parte da minha vida. Foi uma visita rápida, não posso abusar...mas começo a ficar nostálgica. Como explicar?! Vamos iniciar uma nova fase das nossas vidas, sei que terei de dizer um até já a certas coisas... e de certo modo, dei por mim a olhar para o mar e a fazer isso: a dizer um até já! Quando voltar, já virei mais completa. Vou-te apresentar o meu filho e espero que o faças passar pequenos bocadinhos tão felizes como os que passei aqui.
É estranha esta sensação, esta necessidade de me começar a desprender de coisas que tinha como garantidas. É óbvio que voltarei a ver, a ouvir, a sentir o mar mas serei eu a mesma? Encararei as situações da mesma forma? Quando me refiro ao mar, falo também em milhentas outras coisas...
Não estou triste, espero ansiosamente pelo meu André e sinto-me preparada, já faz parte de mim. Tenho a noção de que será um olá a novas vivências e um até já a algumas coisas, não um adeus. Mesmo assim, foi um dia em que me senti mergulhada em nostalgia. Um turbilhão de emoções, sentimentos e ansiedades.
Acho que as hormonas voltaram ao ataque ! Lol

sexta-feira, 17 de julho de 2009

A Loja do Mestre André

Como temos de começar a preparar o André para as brincadeiras que vão fazer com o nome dele, porque não começarmos já e chamarmos ao cantinho onde vamos mostrar os presentes que ele já vai acumulando ainda antes de nascer, “A Loja do Mestre André” ? A diferença é que aqui nada se vende, aqui apenas se demonstra todo o carinho e meiguice que temos recebido de todos aqueles que, de uma forma ou de outra, fazem questão de mimar o André e já agora, os futuros papás! Para verem os miminhos basta olharem para a barra lateral: vamos manter lá o slideshow e acrescentando os miminhos.

Não vai ter frio....

Obrigada linda! Além de todo o carinho que a amiga Márcia já nos dá, ainda vai aconchegar o André com esta mantinha linda. Esperamos a companhia para as brincadeiras ou quem sabe... para o namoro ;)

Era mesmo este!

Normalmente é um problema para saber o que me oferecer não é? Desta vez foi mais fácil... Aqui o padrinho da mamã acertou em cheio. Obrigada padrinho da mamã, vai ser muito útil já em breve ;)

Da tia-avó Céu



Porque mesmo apesar de estarmos poucas vezes juntos... nunca somos esquecidos. Obrigada tia-avó Céu! O André diz que é de estranhar vir uma fralda azul e branca desses lados. Será que se estão a render às evidências?! Se calhar este ano é que vai ser ;)

As nossas cores...



E sempre a pensar em tudo, aqui fica o miminho da Lia (mesmo a condizer com o quarto do André). Obrigada por tudo. Adoramos!

Simplesmente obrigada....


O que dizer à D. Carolina? Sempre tão prestável, tão aamável... Obrigada, ficamos muito tocados pelo gesto... uma das primeiras prendinhas do André e ...a triplicar!

O 2º!




Eis que após 8 anos, surge o 2º neto! Babadíssimos aqui os vovós maternos com mais um pilitas na prole :) Este vovô além de FCP também vai tornar o André em ADS ferrenho!

Os papás não resistem


E porque também os papás têm o direito e o dever de mimar os seus kinininitos, não resistimos... Com todo o amor

Da madrinha

Obrigada à madrinha Paula que até ficou emocionada quando soube que aqui a mana ia ser mamã. Afinal, temos 10 anos de diferença de idade. E pelos vistos não quer que o afilhado/sobrinho passe fome ;)

É o 1º!


Também os vovós paternos andam entusiasmadíssimos com a chegada do 1º netinho. Vejam só as delícias. Agora o vovô não se esqueça de fazer a dieta direitinha para ensinar o neto a gostar do FCP :)