segunda-feira, 31 de maio de 2010

Dicas para fim de semana

Mamãs, no próximo fim de semana, isto é, sexta feira comemoro 5 anos de casamento e então decidimos ir passar o fim de semana fora. Mas, o André vai connosco :) Vai ser a sua primeira noite fora de casa e gostávamos de ir a algum sítio que lhe dissesse algo, que ele gostasse... Sugestões?????

sábado, 29 de maio de 2010

Malditas e malditos!!!!


Se já detestava melgas, mosquitos, agora odeio ainda mais. Até que suportaria aquele zzzzzzzz, se não ficasse o meu menino com a cara toda mordida!!! Aquela não vê mais a luz do dia, aliás não vê mais nada. Depois doq ue fez ao André só poderia mesmo dizer adeus a esta vida (desculpem-me os defensores dos direitos dos animais)! Estava ligado o aparelho de ultra sons da Chicco mas connosco não afasta as melgas... Esta noite já está ligado o aparelho difusor com líquido da Raid, mas liguei no corredor e não dentro do quarto. A porta fica meio aberta por causa das coisas. Vamos lá ver se resulta...

quinta-feira, 27 de maio de 2010

A crescer...

Agora é aqui que passamos grande parte do tempo. Pois, porque a mamã tem medo que ele bata com o queixo no chão e pelo menos nas placas não se magoa tanto... sei que não vou conseguir evitar e que de hoje para amanhã ele vai querer é correr a casa toda mas pronto... sou mãe galinha!

E sim, o que estão a ver é mesmo a Minie. Ele adora a gaja e não se pode fazer nada lol. Ele morde-a, ele atira-a ao chão. Ela é uma perdição... mas ainda não destronou o dalmata. Esse é o seu companheiro de guerra...

Conjuntivite... bye bye

E já quse podemos dizer adeus à conjuntivite. Não há comparação de há 2 dias para cá. O Meocil é de facto muito bom. Pelo menos faz milagres com o meu André!

terça-feira, 25 de maio de 2010

Conjuntivite... ajuda!!!

E não é que o meu pequenino está com conjuntivite. Os olhos todos remelados, pálpebras inchadas... tadinho. Liguei ao pediatra que mandou aplicar Miocil... mamãs alguém sabe como se aplica esta pomada? É mesmo sobre as pestanas? Help... tadinho dele que andava tão bem disposto e continua mas mete dó vê-lo assim...

...

O André ficou todo pipi de calçãozinho no fim de semana mas lá tinha que voltar o mau tempo... que não ajuda nada a mamã a levantar a moral com a dieta que iniciou ontem. Sim, fui à nutricionista e a ver vamos no que isto vai dar ;) Será desta que volto ao sítio?

sexta-feira, 21 de maio de 2010

E com tanto calor acho que amanhã vamos às comprinhas... vamos procurar umas cuequinhas para o Sr. André, porque isto de andar sempre de body e ainda com camisolinha por cima põe aqui o menino a transpirar... e ainda é cedo para lhe comprar AXE lol

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Agora já consigo ver os meus papás!


Agora que fiz 9 meses e já peso mais de 9 kgs já ando na direcção da marcha na minha nova cadeira. A mamã diz que é muito prática para me tirar e colocar no carro. Eu gostava muito da outra, aliás, ainda lá ando de vez em quando mas aqui sinto-me melhor. Já quase não cabia na pequenina. De verdade, ainda só faço viagens pequeninas aqui mas agora estou mais confortável e é tão giro poder ver os meus papá agarrados àquele roda e a falarem comigo. Só é pena que não possam ir a olhar para mim para não termos nenhum acidente... mas não faz mal, agora olho eu para eles!

Obrigada padrinho. Adorei!

domingo, 16 de maio de 2010

Mais um mês... 9!!!!


Meu filho, amo-te mais do que tudo na vida. Nunca pensei ser possível este tipo de sentimento tão forte... mesmo quando agarras os cabelos da mamã com força e os arrancas ;). É para sempre esta nossa ligação e a cada dia que passa os laços que nos unem ficam cada vez mais fortes. Conheces-me cada vez melhor e eu também já te consigo ler alguns pensamentos. É delicioso ver-te crescer, as tuas brincadeiras, os teus gritinhos... até o gatinhar para trás. Pois porque o nosso André diz que para trás é que é bom. Adoro cada bocadinho de ti meu piu piu e todos os dias peço ao teu anjinho da guarda que te proteja...

Parabéns!

sexta-feira, 14 de maio de 2010

...

Pois é meninas, também a mim tocou o desemprego... agora ando aqui às voltas para tentar receber os salários em atraso, direitos... a firma está em insolvência... mas como não se pode desanimar voltei a fazer algo que adoro e que tinha parado há algum tempo... Visitem
http://artedasprimas.blogspot.com Tenho é de estar longe do André, pois estas pecinhas perto dele... impensável. A ver vamos se a vida melhora. Ao meu filhote é que não pode faltar nada.
Bj e bom fim de semana a todos

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Estou apaixonada...

Palavras para quê?

domingo, 2 de maio de 2010

Antes de ser mãe


Antes de ser mãe, eu fazia e comia
os alimentos ainda quentes.
Eu não tinha roupas manchadas,
tinha calmas conversas ao telefone.
Antes de ser mãe, eu dormia o quanto eu queria,
Nunca me preocupava com a hora de ir para a cama.
Eu não me esquecia de escovar os cabelos e os dentes

Antes de ser mãe,
eu limpava minha casa todo dia.
Eu não tropeçava em brinquedos e
nem pensava em canções de ninar.
Antes de ser mãe, eu não me preocupava:
Se minhas plantas eram venenosas ou não.
Imunizações e vacinas então,
eram coisas em que eu não pensava.

Antes de ser mãe,
ninguém vomitou e nem fez xixi em mim,
Nem me beliscou sem nenhum cuidado,
com dedinhos de unhas finas.

Antes de ser mãe,
eu tinha controle sobre a minha mente,
Meus pensamentos, meu corpo e meus sentimentos,
e dormia a noite toda.

Antes de ser mãe,eu nunca tive que
segurar uma criança chorando,
para que médicos pudessem fazer testes
ou aplicar injeções.
Eu nunca chorei olhando pequeninos
olhos que choravam.

Nunca fiquei gloriosamente feliz
com uma simples risadinha.
Nem fiquei sentada horas e horas
olhando um bebê dormindo.

Antes de ser mãe, eu nunca segurei uma criança,
só por não querer afastar meu corpo do dela.
Eu nunca senti meu coração se despedaçar,
quando não pude estancar uma dor.
Nunca imaginei que uma coisinha tão pequenina,
pudesse mudar tanto a minha vida e
que pudesse amar alguém tanto assim.
E não sabia que eu adoraria ser mãe.

Antes de ser mãe, eu não conhecia a sensação,
de ter meu coração fora do meu próprio corpo.
Não conhecia a felicidade de
alimentar um bebê faminto.
Não conhecia esse laço que existe
entre a mãe e a sua criança.
E não imaginava que algo tão pequenino,
pudesse fazer-me sentir tão importante.

Antes de ser mãe, eu nunca me levantei
à noite toda , cada 10 minutos, para me
certificar de que tudo estava bem.
Nunca pude imaginar o calor, a alegria, o amor,
a dor e a satisfação de ser uma mãe.
Eu não sabia que era capaz de ter
sentimentos tão fortes.

Por tudo e, apesar de tudo, obrigada Deus,
Por eu ser agora um alguém tão frágil
e tão forte ao mesmo tempo.
Obrigada meu Deus, por permitir-me ser Mãe!

Autor: (Silvia Schmidt)
Imagem: (Meramente ilustrativa)