terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Bebé nestlé lol

Obrigada amigas bloguistas! A votação está a ser um sucesso ;) Já agora visitem também o André em www.nataldobebe.com.pt e não se esqueçam de votar lol. Porque não inscrevem os vossos filhotes? Nem tanto pelos prémios mas porque os nossos bebés são realmente umas estrelas...

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Votem no André...se acharem que merece ;)



Achei que o André ficou tão giro nesta foto que decidi inscrevê-lo no passatempo bebé da semana no ABC do bebé. Como funciona por votação, convido-vos a visitar o site http://www.abcdobebe.com/ e a votarem no André... se acharem que ele merece claro! E como lhe tomei o gosto vou também enviar uma foto para o concurso bebé nestlé lol, só ainda não escolhi a foto...

sábado, 26 de dezembro de 2009

Novidades nossas...


E cá vamos com 4 mesinhos de André... Não temos tido oportunidade de escrever mas tivemos um natal muito bom com o nosso André como menino Jesus. Muitas prendinhas e muitas brincadeiras. Sim, o André está um brincalhão, só quer paródia. Está a crescer a olhos vistos e o tempo a voar. Em breve voltarei ao trabalho e aí é que vão ser elas. Só em pensar que vou deixar o meu bebé até fico com um nó na garganta... é horrível mas o dever chama-me, a não ser que o euromilhões, jackpot na próxima semana decida bater à porta!


Continuo gordinha, cheiinha e há dias em que não apetece sair à rua mas tirando isso... amo o meu filho e por ele vale tudo. Por ele, por mim, pelo papá, por todos pois esta barriguinha que agora está um pouco diferente trouxe e traz todos os dias muita alegria à família. Este ventre que ainda está um pouco presente deu-me a melhor prenda possível!


Aqui fica uma foto do primeiro natal do André.


Beijinhos e obrigada a todas que se têm preocupado connosco.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

3 meses e ...será que já anda aqui um dentinho?!

Parabéns ao André! Hoje cantei-lhe os parabéns e ele fartou-se de rir... o tempo está a voar e ele está a crescer a um ritmo alucinante. Delicia-nos com... ora bem... com tudo o que faz! Já vamos no número 3!!!!


E será que... vejamos: o André baba-se imenso e não é que dei por uma pontita branca na gengiva inferior? Será um dente? Com 3 mesinhos feitos hoje, será possível que já lhe esteja a nascer um dentito?! Vamos ver como está amanhã...

Tapete de actividades - II



E é vê-lo a dar aos pés e a falar com os bonecos. No sábado, fomos comprar o tapete e, espero que não seja sol de pouca dura, o rapaz tem-se aguentado lá um bom bocado! Seguimos os vossos conselhos e compramos um bem colorido com arcos, pode tocar com os pés e mãos numa área que dá música e luzes e tem também um espelho grandito, o que o André adora porque ele é bem vaidoso! Não foi dos mais baratos mas a verdade é que esses deixavam bastante a desejar, mas também não foi dos mais caros! É o Gymini Total Playground Kick & Play da Tiny Love. O que esperamos é que o ajude a entreter e a desenvolver-se. Por agora, a opinião é bastante positiva!

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Tapete de actividades...ajuda na escolha

Finalmente temos net em casa. Agora será muito mais fácil manter o blog actualizado, ainda que o tempo não seja muito ...lol.
O André está a crescer muito bem, está com 60cm e 6,350kgs e delicia-nos com as suas brincadeiras. As noites são muito melhores agora que ele já começa a ter um horário mais definido. Já a mama, essa tem que estar pronta sempre que ele pede ;). Está a revelar-se um rapazinho bem simpático, que não estranha colos e se ri para toda a gente. Desde que lhe prestem atenção está nas nuvens...
Amanhã vamos às compras. A mamã e o papá querem comprar um tapete de actividades mas estamos indecisos, por isso contamos com as vossas opiniões para nos ajudarem na escolha de acordo com a vossa experiência, ainda que saibamos que cada criança tem a sua personalidade...

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

2 meses... já?!

Sim, é verdade, já se passaram 2 meses e só posso dizer que o meu filhote está lindo! Está a crescer a olhos vistos. Ainda ontem contemplou a mamã com 3 novos sons. Ele próprio está a descobrir a potencialidade que tem na voz, até para berrar lol...Foram 2 meses repletos de experiências novas, todos os dias uma sensação diferente. É maravilhoso ver como ele está a evoluir. É uma sensação inexplicável quando ele está a mamar e agarra-me a camisola com uma força tremenda e o olhar que diz tanto!Às vezes é um olhar de sono, só quer dormir na mama ;) mas outras vezes, olha-me tão no fundo, parece que me está a ler a alma! Compensa tudo, parece que me está a agradecer o leitinho :)2 meses de muita fralda, muito xixi, muito cocó (ainda há bocadinho foi no colo do vôvô, subiu até às costas, ele é perito nisso!), jactos repentinos para tudo o que é lado. De madrugada o papá a passar-se: "André, como é possível? Acabei de te mudar a fralda e já estás a fazer outra vez!" Mas o André com a barriguinha cheia e fralda mudada, só se ri, só quer brincadeira, às 4 da manhã não é que apeteça muito brincar mas ele acaba sempre por nos convencer... e agora também com rios de baba à mistura.
Vejam só o seu olhar!

Parabéns ao André!

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Olhar-me ao espelho...

Sempre ouvi dizer que são 9 meses a inchar e 9 a desinchar mas nunca imaginei que se iria passar comigo desta forma... É verdade que ainda não passaram 2 meses mas se os primeiros 10 kgs foram embora rapidamente, os 8 kgs que faltam não desandam daqui. Não queria comprar roupa nesta fase até porque já experimentei ir comprar umas calças e nem me atrevo a dizer o tamanho que estou a vestir, mas não sei o que faça, não tenho roupa que me sirva e é quase lavar à noite para vestir de dia. Calças não entram e camisas... bem, estas mamocas não deixam nada apertar e parece que por mais que digam "não te preocupes que isso vai tudo ao sítio..." sinto-me incompreendida e muito mal nestes 60kgs. Ainda por cima não encontro soutiens de amamentação de jeito. Tamanho há, o problema é que se esquecem que isto pesa, e para mim o suporte é muito importatnte, até para a postura. E agora?! Fecho-me em casa ou vou em busca do Santo Graal? Para piorar a situação sinto-me julgada porque ainda não emagreci qual estrela televisiva que tem direito a massagens, tratamentos... e ainda ficam mais magras do que antes. Não vou deixar de comer porque o meu filho é de muito sustento e ginástica não tenho nem tempo, nem motivação. Se calhar o melhor é não me olhar ao espelho durante 1 mês e depois logo se vê ou então pensar que isto é normal e que os organismos não são todos iguais.
Perante isto vocês perguntam-se: mas afinal o que é que esta tipa quer? Não quero nada, foi apenas um pequeno desabafo...

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Sanidade mental ;)

Há dias vi na televisão (muito de fugida porque o André quer toda a atenção para ele ;) ) um psicólogo que dizia: "os nossos filhos crescerão e serão muito mais felizes se os pais tiverem uma relação saudável enquanto casal. Se derem a entender aos seus filhos, que nem que seja por meia hora para ir dar uma volta ao quarteirão, naquele dia da semana, aquele momento é só dos pais..." Pois bem, nem sempre é fácil pois no caso de um bebé ele absorve-nos quase por completo. O André neste momento com quase dois meses já pouco dorme durante o dia, só quer brincar, mamar então nem se fala, quer miminhos para dormir pois fica rabugento com o sono, ou seja suga-nos quase por completo. Em compensação dá-nos aqueles sorrisos enormes que nos fazem ficar embevecidos. Mas, como a mamã e o papá querem que o André seja muito feliz têm de tentar ter um bocadinho de tempo um para o outro. É aí que entram os avós. Os avós têm sido incansáveis, ajudam-nos em tudo o que é possível e que bom que é saber que podemos sair um bocadinho e estar descansados pois o nosso filhote está nas mãos de quem o adora. Sim, acho muito importante tirar um bocadinho, nem que seja para ir resolver assuntos do nosso filho, e estarmos os dois, enquanto casal. Agora é dificil mas mais tarde isso reflectir-se-á no André.
Obrigada avós pela disponibilidade, pela paciência, por tudo... sabemos que o fazem com muito gosto e porque querem que mantenhamos a nossa sanidade mental e não fiquemos com um vocabulário de apenas gugu, dada ;)

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

O meu parto...há 1 mês,2 semanas e 5 dias!

Como prometido, ainda que já tenha passado algum tempo, aqui fica o relato do início da história do André...
Estávamos a 12 de Agosto quando fui à ultima consulta com o ginecologista. Ao fazer-me o toque perguntou:

"- Dói-lhe aqui?
- Dói.
- Alguma vez teve um acidente?
- Não, quero dizer, no meu ano de estágio fui atropelada e bati com o coccix no chão...
- Pois, é que sinto aqui umas calcificações.
- Sr. Dr. o que é que isso implica? Implica que poderá não fazer um parto normal, poderemos ter de partir para a cesariana. Mas... vamos tentar o parto normal. Vamos já marcar porque perante esta situação até nem é conveniente que o bebé engorde muito mais para não dificultar o parto..."
Vou-me vestir e já a pensar como era possível que algo a que a não ser quando sentia dores, já nem me lembrava, ia agora interferir no parto... Isto a uma quarta-feira e logo nessa consulta ficou marcado para domingo, dia 16. Azar dos azares, os meus pais, que organizam excurssões iam partir para Torremolinos, com 250 pessoas a seu cargo no sábado à noite... não ia ter os meus pais nem a minha irmã presentes num momento tão esperado, nem na semana seguinte...mas tendo em conta a situação não lhes podia pedir que não fossem, apesar de me apetecer muito. Digamos que, apesar de ter escondido, fiquei arrasada. Ainda que tivesse apoio, sentia-me sozinha. Queria a minha mãe por perto...mas nada a fazer. Liguei para a enfermeira-parteira e combinamos estar na Ordem do Carmo dia 16 pelas 8h30 para que déssemos início ao processo. Deu-me todas as indicações necessárias sobre o que comer na véspera e de certa forma foi-me sempre ajudando a estar calma alertando para que não tivéssemos muitas visitas pois iríamos estar cansados (grande verdade) e são momentos intímos. Quinta e sexta passaram num ápice. No sábado despedi-me dos meus pais e à noite, como uma forma de despedida à vida que tínhamos até então, com algum receio e ansiedade, mistura de sentimentos, eu e o meu marido tivemos umas horas de grande cumplicidade, muito intensas mesmo: finalmente na casa nova (tudo desorganizado mas novo, lol), uma vida a dois (por uns dias...) e a chegada do nosso rebento tão esperado. Acho que a noite passou mesmo a voar.Dia 16 - levantei-me, tomei um banho, malas prontas e lá vamos nós. Depois de uma gravidez que nunca pensei que conseguisse ir tão longe, mais precisamente 38 semanas e 6 dias, eis que nos vimos na maternidade. Como não podia deixar de ser, chegamos um bocadinho atrasados à Ordem mas finalmente conheci a enfermeira-parteira e às 9h tudo começou. A 1ª roupa do André foi logo separada bem como a camisa para a mamã. A enfermeira fez o toque e para espanto, ainda sem medicação nenhuma, eu já tinha 3 dedos de dilatação. O GO chegou e constatou o mesmo, ao que me disseram: se não tinha vindo hoje, amanhã não se safava de ir parar ao hospital. Eu, de facto, já tinha umas dores mas como já tinha dores ao longo da gravidez, ignorei... Ligaram-me ao cardiotocógrafo e começou a indução, o líquido a entrar nas veias fazia adivinhar contracções um pouco dolorosas. O meu marido ao olhar para o aparelho dizia: aí vem mais uma, respira como aprendeste no curso. E eu assim fui fazendo, sempre com apoio da enfermeira parteira e do marido que só se ausentou para ir almoçar. Nem sei o que me passava pela cabeça, afinal o momento estava perto. Quando as contracções começaram mesmo a ser intensas e eu já um bocadinho, só um bocadinho atrapalhada, chamaram a anestesista. Chamem-lhe anestesista ou o que quiserem, eu chamo-lhe Fada ;) Assim que chegou começou o seu trabalho e que trabalho! Não é propriamente fácil estar quietinha com as dores, mas tinha de ser. O que me doía mais nem eram as contracções mas sim o coccix. Por incrível que pareça só dizia disparates. Típico meu, quando estou em situações em que fico atrapalhada dá-me para dizer piadas, ou seja, para tentar pensar e falar noutras coisas. De vez em quando ia-me sentindo tonta, a tensão baixa sempre foi o meu forte, mas a Fada e a Enfermeira lá estavam para me ajudar. Certo é que à custa da tensão arterial acabei por ficar inchadíssima (quando o André nasceu já mal conseguia abrir os olhos de tão inchada que estava). As horas foram-se passando, quando fomos para a sala de partos. A caminho, deitada na maca, vi o meu cunhado, ainda lhe acenei e disse tchau mas não me ligou nenhuma lol, não deve ser normal alguém cheio de dores andar a dizer tchau ;)Aí foi tudo muito rápido, a Fada foi muito amiga e aliviou-me as dores no cóccix. As ordens eram que avisasse quando sentisse contracção e fizesse força. Assim tentei fazer da 1ª vez, mas o meu esforço foi em vão: a Fada disse-me "não faça força com a garganta, faça como se estivesse a fazer um cocó muito groço". Com o marido ali ao lado, a dar-me força, à 4ª contracção o GO diz-me "aqui está o seu filho". Lembro-me que só pensei "já?!como é possível?!", mas não disse nada. O André nascera às 14h20. Ouvi perguntarem se o meu marido queria cortar o cordão e ele não perdeu uma oportunidade única. Eu não conseguia falar, sentia-me cansada e as lágrimas correram-me pelo rosto quando tive o meu filho nos braços. As fotos que a Enfermeira parteira nos tirou serão a prova daquele momento inesquecível que vivemos os 3. O meu marido diz que o nosso bebé cheirava a ovo, eu sentia-me a levitar, como se não estivesse bem ali e só chorava em silêncio. Tinha pedido ao GO que fizesse episiotomia se necessário pois achava preferível ao que ele não hesitou. Lembro-me de também lhe pedir um bordado giro;). Nisto, já na fase do bordado todos falavam lá dentro o pediatra, a enfermeira parteira, o GO, a anestesista e o meu marido, mas eu só ouvia o meu bebé a chorar, a passar nos testes todos e a sofrer o primeiro choque de contactar com o nosso mundo.

Correu tudo muito bem e só tenho a agradecer à equipa médica o trabalho louvável que fizeram, o apoio que senti foi enorme e acho que isso ajuda muito para que um parto seja bem sucedido. A confiança é meio caminho andado.

Ao meu marido.. não digo nada... ele sabe e vive-o todos os dias comigo e com o André!

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Parabéns ao André

Como mãe desnaturada que sou, venho cá dar os parabéns ao meu filhote que faz hoje 1 mês, ou como me têm dito, 1 ano pequenino, e não tenho nenhuma foto para cá colocar. Trouxe a máquina e esqueci-me do cabo para descarregar as fotos... e ainda nem o apresentei. Como é possível, tendo em conta que ele é LINDO?! Fica aqui a promessa que o faço na próxima vinda aqui à net.Pois bem, o André faz hoje 1 mês e ontem na consulta de pediatria portou-se que nem um homenzinho, até fez xixi na camisa do papá e tudo ;). O André já está com 54 cm e 4,320 kg. Está a crescer num instante e se por momentos receei que o meu leite não fosse bom por ele querer estar sempre a mamar, ontem concluímos que não pois o normal é engordarem cerca de 30g por dia. O André está a engordar cerca de 49g por dia, ou seja, a crescer :).

Muitos parabéns ao meu menino, que seja muito feliz e cresça saudável e já agora... que as cólicas desapareçam!

Malditas cólicas II

Pois é, quase todas me aconselharam o Colimil. Adiei um bocadinho a decisão de começar a dar e fui dando-lhe Alivit, que é chá de funcho para bebés e eu também continuei a tomar chá de funcho, até que o pediatra chegou de férias e mesmo só tendo consulta marcada para a próxima segunda feira, antecipei as coisas, pois ele sofre tanto e ontem lá fomos à consulta. O André está agora a tomar Vagopax, Motilium e Colimil. Por agora ainda não vi melhoria pois hoje já esteve com cólicas, mas há que ter esperança, só começou ontem a tomar. Espero que seja uma das crianças que reage bem e que logo, logo fique melhor. Obrigada a todos os que partilham as suas experiências... só nos enriquecem

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Malditas cólicas!

Parece que ainda não é hoje que vou partilhar o parto, mas como viemos a casa da vovó aproveitei para vir dar uma espreitadela às novidades dos blogs agora que o André está a descansar um bocadinho.
Com 26 dias de vida apenas, anda a passar das dele coitadinho. É horrível ver como se contorce todo, chora, encolhe as pernitas quando as malditas cólicas atacam. Chegamos a um ponto em que nos sentimos completamente impotentes e exaustos! O papá tem ajudado bastante mas também não tem sido fácil para ele com o trabalho e as aulas só chega a casa às 22h e mal consegue descansar. Já me perguntei se com todo o avanço que temos tido na ciência se não seriam capazes de inventar algo que acabasse com as cólicas... por agora ele vai tomando o Aero-Om que o alivia por 10 segundos (é docinho) !!!!!! e eu comecei a tomar chá de funcho a conselho da enfermeira parteira que mesmo depois do parto não me desamparou. A ver vamos se o chá fará efeito.
Já pensei, aliás, penso várias vezes ao dia, durante a noite... se não deveria dar Colimil ou Infacol ao André mas como o pediatra está de férias não sei se devo faze-lo sem aconselhamento médico... mas estou tentada a conseguir encontrar o Infacol, pois já li maravilhas, para que as crises diminuam... Não sei, é que as cólicas não são só à noite, também acontecem durante o dia e ver assim o meu filhito a sofrer é muito pertubador!
Sei que é normal que eles tenham cólicas, mas ninguém merece e ele é ainda tão indefeso... vamos ver como correm hoje as coisas, caso contrário terei de tentar mesmo um remédio pois não há posição de bruços, massagem ou outra coisa que o alivie...
Será que estes medicamentos farão o milagre que o André precisa para ter um bocadinho de descanso e voltar à constante bos disposição que tinha antes destas malditas cólicas aparecerem?

domingo, 30 de agosto de 2009

Sem tempo nem internet...

Peço desculpa a todos os seguidores/amigos pela falta de novidades mas a verdade é que com a mudança de casa fiquei sem oportunidade de vir à net...só quando venho a casa dos meus papás, o que tem sido raro pois o André nasceu no dia 16 de Agosto, pelas 14h20 com 3,360 kgs e 49,5cm :) Agora estamos numa nova fase e o tempo não é muito mas assim que tenhamos net em casa será mais fácil actualizar.
Aqui fica então o pedido de desculpas e fiquem tranquilos, correu tudo bem, estamos bem e logo, logo, vimos contar como foi o parto e claro apresentar o André, a estrela do momento ;)

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Desafio ao papá

Hoje, dia em que completamos 38 semanas e depois de tantas peripécias, sobressaltos, emoções e stress que temos vivido os três (eu, o André e o papá) decidimos colocar um desafio ao papá:
Papá, tens estado o máximo possível presente, ainda que aqui a mamã ache sempre pouca a atenção que nos dás, por isso, queremos que tires 2 minutinhos e nos digas aquilo que sentes relativamente a nós neste momento e o que esperas para o futuro. Quais são as tuas expectativas. Este longo percurso está mesmo a chegar ao fim. São só umas palavrinhas ;) Talvez os outros papás se sintam incentivados a fazerem assim umas surpresas às mamãs e elas ficarão todas contentes.
Aceita este pequeno desafio, antes do enorme que está prestes a chegar!

domingo, 9 de agosto de 2009

Obrigada

Aqui fica o meu obrigada e pedido de desculpas a todos os que têm acompanhado este blog e a quem não tenho dado resposta... Com esta história da mudança da casa não tem sobrado muito tempo, isto porque o que poderia ser feito em 10 min. é feito em 2 horas! O tempo vai passando e sinto-me mais cansada como é natural. Felizmente está tudo a correr bem, temos tido muita ajuda e aquela melancolia toda está agora a ser ultrapassada pelo medo do parto lol. Começo simplesmente a ficar ansiosa por conhecer o meu filhote, que, afinal de contas, não se portou nada mal e conseguiu aguentar mais do que as expectativas pois amanhã já entramos nas 38semanas. Quem diria...Tem sido um pouco dificil manter-me actualizada relativamente aos vossos blogs pois ainda não temos net em casa, só aqui na casa dos vovós. Mas, fico contentíssima ao ler os vossos emails e ver que mesmo assim não somos esquecidos. Se tudo correr como esperamos nos próximos dias já teremos net e espero poder vir cá antes ainda do André nascer. Antes de vos contar a minha experiência de parto, como é comum e tão excitante ler nos blogs pois quase conseguimos viver o momento, ainda vos quero mostrar o quarto e as coisinhas dele.
Obrigada a todos...

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Ciclo da vida...

Esperei tanto tempo por este dia e agora que chegou…está a custar tanto! Vou para a minha casa nova, vamos ter o nosso cantinho. Hoje já lá vamos passar a noite mas apesar de estar a 5 minutos de distância parece que vou partir para muito longe. Olho para o meu quarto, para o espelho que me reflectiu a cantar, a dançar, a chorar, a simular situações, a fazer de conta durante tanto tempo e cada canto da casa fala sobre mim e eu vou-me embora… Como é que eu cresci tão depressa e na roda da vida já cheguei à fase de ter o meu próprio filho? Ainda há pouco ansiava chegar aos 18 anos… Porque é que me custa tanto deixar aqui os meus gatos? Imaginar os meus pais a fazerem as refeições sozinhos numa casa que já foi tão cheia… Talvez esta pequeníssima distância ainda nos una mais! Sei que é o ciclo da vida e estou consciente de que eles estarão presentes para me amparar, mas esta mudança e estas hormonas continuam a dar cabo de mim ;) Amanhã já estaremos juntos novamente, mas agora cada fim de dia será um até amanhã e hoje estão um bocadinho mais tristes pois as memórias levam-nos há 35 anos atrás em que perderam o meu irmão, morreu-lhes nos braços em plena África… Amanhã de manhã já estaremos juntos novamente e, de certeza, felizes por eu estar a começar uma nova etapa na minha vida tal como eles também começaram há muitos anos atrás… Obrigada por tudo!
É um misto de emoção, alegria e melancolia ao mesmo tempo!

Foto 37 semanas

Ontem já não consegui vir cá mostrar-vos a nossa barriguinha às 37 semanas.O meu pedido de desculpas. De qualquer forma, aqui está. Não noto muita diferença relativamente à foto das 36 mas estou com sensações diferentes! O André move-se de forma diferente, já não é aquele sapateado constante. Agora notam-se e sentem-se muito mais as formas que ele faz mas já é mais lento. Coitadinho, deve estar a começar a sentir que a sua casita está a ficar pequenina para um rapaz tão grande ;)

Está grávida de 37 semanas – já só faltam 21 dias!
As primeiras contracções e aumento do corrimento vaginal.
Mais do que nunca, pode ser difícil sentir-se suficientemente confortável para dormir bem à noite. Estudos demonstram que a qualidade do sono no terceiro trimestre é a pior. (Contudo, depois do bebé nascer, até é capaz de olhar para este período com uma certa saudade.) É possível que sinta agora muito mais contracções de Braxton Hicks, as quais podem durar mais tempo e causar maior desconforto. Por vezes – quando começam a surgir com frequência – pode até pensar que entrou em trabalho de parto. Poderá também notar um aumento das descargas de muco da vagina. Se esse muco aparecer raiado de sangue, o mais provável é que o trabalho de parto esteja já ao virar da esquina! (Se tiver mais perdas ou hemorragias, contacte de imediato o seu médico.)
in http://familia.sapo.pt/johnson/calendario_de_gravidez/o_seu_corpo/828846.html

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Dorso prateado

Olá a todos! Hoje viemos só dizer um olá pequenininho. Mais logo vimos mostrar a barriga. Chegamos às 37 semanas e se tudo correr bem mudamo-nos para a casa nova antes do André nascer. Não temos postado nada porque andamos atarefados. A sorte têm sido as vovós que passaram o fim de semana a trabalhar para nós. Assim já está tudo adiantado. Agora é só mudar roupas e as coisas mais pequenas... eu quase só ordeno...não estou capacitada para muito mais lol Mas pronto, o que interessa é que mais 1 dia ou 2 e estamos na casa nova prontos a receber o André! Logo, mostro-vos o estado da barrigona e amanhã se der já veem o quarto todo pronto para o bebé :)
Já agora, imaginem que estou tão elegante, com uma postura brilhante e um andar super sexy, que o meu marido me chama de ........ dorso prateado!!!!!!!!!!!!! Não é tão querido ?!?!?!?!?!


quarta-feira, 29 de julho de 2009

Resultado da consulta...


Hoje lá fomos para a consulta, o papá calmo como sempre, a mamã ansiosa e o André a exibir-se na barriguinha. Barriguinha, que é como quem diz: aqui a mamã já engordou 18kgs, estou com 70,5kgs, por isso é uma Sra. D. Barriga! Nunca pensei que tal fosse possível... mas nem tudo são notícias menos boas. Está tudo bem com o André, temos é de continuar a fazer repouso para não haver surpresas ;). O Sr. Dr. acha que, pela sua experiência, o André vai ser um bebé para uns 3 quilos e tal. Mantém-se na posição cefálica, daí a mamã ter dores pois ele está lá sempre a dar cabeçadas e a placenta e o líquido estão bem. Fizemos colheita para ver se não há infecções e um toque... daqueles que a mamã não gosta nada. Está tudo no bom caminho para recebermos o André. Para a próxima semana faremos o primeiro CTG e se nos aguentarmos às 38 sem. decidiremos tudo. Senão, se sentir alguma coisa (já há uma pontinha muito pequenina de rolhão mucoso à vista), há que ligar logo à Enf. Olga para dar andamento ao processo.
Resumindo, correu tudo muito bem e estamos mais descansados. Ironia das ironias, a mamã chegou a casa e desatou a chorar porque... pois porque será? Descompressão? Não faço a minima ideia... Nada que uma boa noite de sono (como se ainda me lembrasse o que isso é) não ajude a passar! Amanhã estamos frescos que nem uma alface.


Meninas, meninos, todos os que nos leêm, vamos dar força à nossa amiga http://umsonhoporealizar.blogspot.com/ que já tinha o seu sonho a realizar-se e mais uma vez viu-o chegar ao fim... às vezes umas simples palavras ajudam a aliviar a dor.

terça-feira, 28 de julho de 2009

Coisas de grávida


Amanhã temos consulta com o GO e se por um lado estou ansiosa que o tempo passe depressa para ver como está o André, para ver o que ele anda aqui a fazer dentro da mamã, como está tudo a evoluir, para tirar todas as dúvidas para o momento crucial que se aproxima a passos largos, por outro estou com medo! Estou como esta tartaruga, só que não tenho carapaça onde me refugiar ;) Estou receosa que o parto tenha que ser já, que alguma coisa não esteja bem. Já sei que na data prevista não é, o médico já me tinha dito que não aguentava até lá e a meta das 36 semanas já conseguimos atingir... mas apesar de querer conhecer o meu filhote, quero que ele aguente mais um bocadinho, que esteja tudo bem, que eu esteja a conseguir proporcionar-lhe o máximo de conforto possível neste casulo. Que raio de dicotomias!
Como é possível sentir tamanha felicidade e angústia ao mesmo tempo?! É provável que seja natural. É provável que amanhã logo cedo comece a fazer a contagem decrescente para ir ver o André no ecografo, mas hoje deu-me esta neura. Coisa de mulher grávida lol Tenho mesmo é de pensar: eu tenho todas as capacidades para trazer o meu bebé a este mundo!
Entretanto acho que vou aproveitar o facto dos meus pais me terem satisfeito um desejo: milho cozido! A espiga mesmo. Não imaginam o bem que me soube e que ainda vai saber pois não vou resistir a comer mais um bocadinho (não posso é abusar para não ficar mais balão ainda :)) Há anos que não o fazia e provavelmente só o voltarei a fazer daqui a muitos anos também, mas com cara de milho... já não nasce!!!!



Amanhã, logo veremos o resultado da consulta...

Miminhos da mamã Vera

Ontem ficamos muito contentes com o miminho do Marco e do irmãozinho que vem a caminho, Pedro Manuel! A mamã acertou mesmo! O André ainda não tinha nenhum chapéu do género e a mamã Vera ofereceu-nos um lindíssimo com a camisolinha mesmo a condizer. Eu bem digo que este rapaz vai ser só vaidade!Obrigada, adoramos o miminho. Depois marcamos o encontro para o meu André e o teu Pedro Manuel se conhecerem, jogarem à bola, irem às miúdas...;)

Miminho / Selo


Regras para receber o selo:
1 - Exiba a imagem do selo, que acabou de ganhar.
2 - Poste o link do blogue de quem a indicou (muito importante).
3 - Indique 10 blogues de sua preferência. Avise os seus indicados (não esquecer) e publique as regras

Carmo, adoramos o miminho e estamos cá numa ansia de saber se é hoje que vais conhecer o Rodrigo... Ficamos à espera de novidades...

http://mundodasmaes.blogspot.com/

Agora a tarefa mais difícil: atribuir este selo a 10 blogs... são tantos os que gosto... Aqui vai
1- http://loiradistraida.blogs.sapo.pt/
2- http://umsonhoporealizar.blogspot.com/
3- http://nossa-estrelinha.blogspot.com/
4- http://oespacodamargarida.blogspot.com/
5- http://tesouro-precioso.blogspot.com/
6- http://bebematilde.blogspot.com/
7- http://macalila.wordpress.com/
8- http://claudiacaporcasa.blogspot.com/
9- http://naminhabarriga.blogspot.com/
10- http://sonhos-starfish.blogspot.com/
Amigas, como 10 são muito poucos, sintam-se à vontade para adoptar este selo


segunda-feira, 27 de julho de 2009

36 semanas - barrigão

Como prometido, aqui está a foto do barrigão com 36 semanas! De facto, acreditem que é um barrigão, pelo menos é o que toda a gente me diz. E apesar de todos os incómodos eu só fico é orgulhosa por tamanho pipo, melancia, bola de capa... ;) Na quarta-feira temos consulta e vamos ver o André. Espero que este peso todo que sinto na barriga seja ele já bem grandinho e não apenas os líquidos e gordurinhas da mamã. Acreditem que se me vissem iriam rir-se: pareço uma pata a caminhar, para me levantar da cama é um filme, já quase rebolo... e partilha-la com o marido até se está a tornar dificil, parece que ficou mais pequena. Estou sempre cheia de calor e parece que não me posso mexer. Acho que é desta que vamos ter de dormir em camas separadas, isto é, pelo menos ele dormir, porque eu... não, isto que eu tenho feito não é dormir é ir fechando a pestana de vez em quando. Estou simplesmente... espaçosa lol
Está grávida de 36 semanas – já só faltam 28 dias!
Qual a sensação do bebé a encaixar.
Embora o bebé continue a crescer e a ocupar o espaço dos seus órgãos internos, poderá sentir que já não sente tanta fome como há algumas semanas. Refeições mais pequenas e mais frequentes são muitas vezes mais fáceis de digerir nesta altura. Se o bebé começar a adoptar uma posição mais baixa na pélvis, poderá sentir menos azia e respirar mais facilmente. Esta descida – também chamada de encaixe do bebé – acontece com maior probabilidade antes do início do trabalho de parto, numa primeira gravidez. O encaixe do bebé pode aumentar a pressão sobre o baixo abdómen e caminhar pode ser mais desconfortável. Algumas mulheres dizem que se sentem como se transportassem uma bola de bowling entre as pernas ou como se o bebé fosse simplesmente cair. (Não se preocupe, isso não vai acontecer!) Sente-se com a cabeça no ar? As falhas de memória são normais no último trimestre. Pode estar assoberbada ou simplesmente distraída pelas enormes alterações que está prestes a viver, para além de estar exausta se tiver dificuldade em fazer uma boa noite de sono.
Poderá notar que as contracções de Braxton Hicks são agora mais frequentes. É uma boa altura para analisar com o seu médico exactamente quando e para onde deve contactá-lo se achar que começou o trabalho de parto. Geralmente, deve telefonar quando começa a sentir contracções regulares a cada cinco minutos durante cerca de uma hora. Se tiver algum sinal de parto esta semana, telefone de imediato – o bebé ainda é considerado prematuro até às 37 semanas. Deve também telefonar de imediato se tiver ruptura da bolsa (ou mesmo que pense estar a perder líquido amniótico), se detectar uma redução da actividade do bebé ou se tiver hemorragias vaginais, febre, dores de cabeça intensas, dores abdominais ou alterações ao nível da visão.

in http://familia.sapo.pt/johnson/calendario_de_gravidez/o_seu_corpo/828845.html

Ainda estamos por cá ;)

Temos estado caladitos esta semana, aqui a mamã tem andado muito cansada e a pedir ao André que se continue a portar bem e espere mais um bocadinho. Quarta feira temos consulta e já vamos ver como estão as coisas. Entretanto temos conversado com a Enf. parteira que está a ser uma boa ajuda aqui para a mamã. Sempre muito atenciosa e pronta para retirar todas as dúvidas. Só isto já nos diminui a ansiedade e ajuda a ficar mais calmos. Obrigada!
Esta semana já fizemos a escritura da casa. Já temos água, luz, só falta o gás. Pena mesmo é o elevador ainda não estar ligado para a mamã poder subir e arrumar tudo com calma. É um 4º andar e ir pelas escadas não é de todo aconselhável. Estamos tão perto, vamos ver se conseguimos ter tudo prontinho antes do André chegar, senão terá mesmo de vir para casa dos avós (que não se importam nada ;)

Já agora, aproveitamos para agradecer à Sra. São pelo miminho lindo que deu ao André. Este miúdo vai ser mesmo vaidoso lol.
Agora vamos descansar um bocadinho que a mamã já não pode estar mais sentada e mais logo damos mais novidades! Nem que seja apenas a foto da barrigona às 36 semanas ;)

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Soluços... ainda dentro da barriga ;)

Na segunda-feira, dia em que completamos as 35 semanas comecei a anotar no Boletim da Grávida os movimentos fetais. As instruções são para que se inicie a partir das 9h a contagem dos movimentos e quando atingir os 10 movimentos anotar na hora correspondente: 9h; 10h; 11h… pelo que me parece o meu apontamento vai ser sempre nas 9h. Ele é tão vivaço que mal começo a contar… já estão 10!
Mas, o André ainda me consegue surpreender. Tem sessões de soluços pelo menos duas vezes por dia. Há um tempito atrás não passava dos 30, 40 soluços de cada vez, até que há 3 semanitas atrás atingiu os 234! Até fiquei aflita, mas não voltou a acontecer até… ontem em que bateu todos os recordes: 242!!!! Coitado do André, deve ficar exausto e também eu fico apreensiva mesmo sabendo que soluçar é normal. Assim que tiver oportunidade falarei com o meu GO sobre o assunto porque acho curioso e porque digamos que é uma quantidade exorbitante de soluços!…

Porque soluça o bebé?
Da mesma forma que não sabem realmente por que razão soluçam os adultos, os investigadores também não sabem do que pode provocar os soluços fetais. Os soluços - uma convulsão involuntária do diafragma - são perfeitamente normais no útero e não são motivo de preocupação. Podem até ser motivo de celebração. Dado que os soluços só ocorrem depois de o sistema nervoso estar completamente desenvolvido no segundo trimestre, deve encará-los como um sinal de que o bebé se está a desenvolver normalmente, explica o Dr. Mark Taslimi, professor de obstetrícia e ginecologia no Lucille Packard Children's Hospital, em Palo Alto, Califórnia. Mas não se preocupe se não sentir quaisquer soluços; algumas grávidas não os sentem de todo.
http://familia.sapo.pt/johnson/calendario_de_gravidez/o_seu_corpo/828843.html

terça-feira, 21 de julho de 2009

Plano de parto

Tendo em conta que o parto é um momento e experiência única (mesmo tendo vários cada 1 será diferente) na vida das mães - sem menosprezar os papás que também desempenham um papel fundamental neste processo tão natural mas tão compelxo ao mesmo tempo, mas aqui seremos nós, mulheres a parte mais activa - decidi que deveria fazer um plano. Mesmo que depois não o entregue, pelo menos no tempo que dispendo a faze-lo já estou a reflectir sobre coisas que considero importantes e que me deixarão mais descansada pelo facto de já ter algum conhecimento prévio. O mais provável é mesmo acabar por deixar que as decisões mais importantes sejam tomadas pela equipa médica com o meu consentimento, claro, pois afinal são eles que têm a formação e, à partida, estarão mais vocacionados para zelar pelo bem estar do bebé e da mamã (e porque não pelo papá quando cair para o lado devido a tamanha emoção?;) )
Já falei sobre alguns aspectos com o meu GO e com a enfermeira-parteira. De qualquer modo, apenas na próxima consulta, dia 29, dissiparei todas as dúvidas, ou pelo menos, as possíveis. Se conseguir que seja mesmo o meu GO a fazer o parto, aí sentir-me-ei completamente segura pois já há 11 anos que me segue, conhece o meu corpo e a minha personalidade. Acho que nesta fase a confiança será 50% do sucesso.

Neste momento, o meu plano está mais ou menos delineado, mas como ainda me sinto um pouco retraída, vou apresentar apenas alguns tópicos, até em jeito de brincadeira, sem querer parecer leviana, pois afinal trata-se de um assunto bastante sério. Mas nesta fase, acho que é mais fácil assim, uma coisa mais levezinha. Após a consulta, aí sim mostrarei o meu plano devidamente elaborado. Já agora, aproveito mais uma vez para convidar a sugestões ou outras opiniões de quem já fez, ou pensa fazer um plano de parto. Tudo é bemvindo. Aqui fica então:


Exmos. Srs.

Apresento a lista das minhas preferências para o nascimento do André. Caso alguma das opções não possa ser seguida, por favor informem-me e consultem-me relativamente às alternativas na certeza de que farão o vosso melhor.

Admissão:
-Gostaria que não me rapassem os pêlos púbicos (até porque já ando a cuidar criteriosamente da depilação para não ter de ir à gilete)
-Se necessário, pode ser administrado clister (antes isso do que receber mal o meu filhote)
Presenças na sala de parto:
-Gostaria que o meu marido estivesse sempre comigo
-Não me oponho a que estejam estudantes presentes
-Gostaria que não estivessem pessoas constantemente a entrar e a sair da sala de parto
Ambiente na sala de parto:
-Gostaria de ouvir música escolhida por mim
-Gostaria de ter luzes suaves na sala de parto (para que o André não se assuste ao ver a fronha da mãe)
Dor:
-Gostaria de receber a epidural o mais cedo possível
Trabalho de parto:
-Gostaria de poder beber água ou chá (ou qualquer bebida com efeito anestesiante lol)
-Gostaria de ter liberdade de movimentos durante o trabalho de parto (isto se não ficar paralizada com o medo)
-Gostaria de circunscrever ao mínimo o numero de exames vaginais (toques) (quer dizer, agora estou proibida de tudo e mais alguma coisa e depois querem andar lá a meter e a tirar a mão?! Nada disso!)
-Prefiro que me seja efectuada uma episiotomia para evitar a laceração do períneo
Pós-parto:
-Gostaria que fosse o marido a cortar o cordão umbilical (o marido ainda não sabe se quer...)
-Gostaria de dar de mamar na primeira hora a seguir ao parto
-Gostaria que não oferecessem suplemento ao bebé sem o meu consentimento
Em caso de cesariana:
-Gostaria que o meu marido estivesse presente
-Gostaria de ter as mãos livres para poder segurar no meu bebé após o nascimento

Apesar de ainda estar em tom de brincadeira, digamos que já dá muito, mesmo muito que pensar!


segunda-feira, 20 de julho de 2009

E cá vai mais uma... 35!!

Ontem tive um dia diferente. Senti-me diferente. Além de estar toda inchada, mais no final do dia senti um cansaço extremo, um peso enorme! O André não queria parar de se mexer e digamos que até estava um pouco bruto. Até o meu marido conseguia sentir a força que ele fazia bem lá no fundo com a cabeça, tipo "Tirem-me daqui! Quero sair!". Isto deixa-me um pouco preocupada pois ele tem de se aguentar mais um bocadinho e as dores eu suporto-as! Na ultima consulta o médico mandou fazer mesmo repouso pois ele já estava muito descido, por isso, André tem calma.
Hoje, a festa continua. Estou mesmo a ver que vai ser mais uma noite sem dormir, a correr para a casa de banho tal é a pressão que ele faz sobre a minha bexiga. Mas esta festa toda deve ser mesmo para comemorar a nossa chegada às 35 SEMANAS. E porque é dia de festejo, acha que só ele é que se pode divertir, alta rave aqui dentro e a mãe, coitada, deitadinha na cama... ;)

Até já...

No sábado não consegui resistir e fomos ver o mar. Até encontramos a prima Leonor toda vaidosa com o seu fato de banho novo My little pony :). Não houve esforço, nada disso, mas sentia falta do som das ondas e do cheiro da brisa marítima. Foi bom e agradável mas ao mesmo tempo sinto que estou a despedir-me de algo. Olhei para o meu marido e recordei momentos que ali passamos juntos e momentos que ali vivi ainda muito antes dele ter começado a fazer parte da minha vida. Foi uma visita rápida, não posso abusar...mas começo a ficar nostálgica. Como explicar?! Vamos iniciar uma nova fase das nossas vidas, sei que terei de dizer um até já a certas coisas... e de certo modo, dei por mim a olhar para o mar e a fazer isso: a dizer um até já! Quando voltar, já virei mais completa. Vou-te apresentar o meu filho e espero que o faças passar pequenos bocadinhos tão felizes como os que passei aqui.
É estranha esta sensação, esta necessidade de me começar a desprender de coisas que tinha como garantidas. É óbvio que voltarei a ver, a ouvir, a sentir o mar mas serei eu a mesma? Encararei as situações da mesma forma? Quando me refiro ao mar, falo também em milhentas outras coisas...
Não estou triste, espero ansiosamente pelo meu André e sinto-me preparada, já faz parte de mim. Tenho a noção de que será um olá a novas vivências e um até já a algumas coisas, não um adeus. Mesmo assim, foi um dia em que me senti mergulhada em nostalgia. Um turbilhão de emoções, sentimentos e ansiedades.
Acho que as hormonas voltaram ao ataque ! Lol

sexta-feira, 17 de julho de 2009

A Loja do Mestre André

Como temos de começar a preparar o André para as brincadeiras que vão fazer com o nome dele, porque não começarmos já e chamarmos ao cantinho onde vamos mostrar os presentes que ele já vai acumulando ainda antes de nascer, “A Loja do Mestre André” ? A diferença é que aqui nada se vende, aqui apenas se demonstra todo o carinho e meiguice que temos recebido de todos aqueles que, de uma forma ou de outra, fazem questão de mimar o André e já agora, os futuros papás! Para verem os miminhos basta olharem para a barra lateral: vamos manter lá o slideshow e acrescentando os miminhos.

Não vai ter frio....

Obrigada linda! Além de todo o carinho que a amiga Márcia já nos dá, ainda vai aconchegar o André com esta mantinha linda. Esperamos a companhia para as brincadeiras ou quem sabe... para o namoro ;)

Era mesmo este!

Normalmente é um problema para saber o que me oferecer não é? Desta vez foi mais fácil... Aqui o padrinho da mamã acertou em cheio. Obrigada padrinho da mamã, vai ser muito útil já em breve ;)

Da tia-avó Céu



Porque mesmo apesar de estarmos poucas vezes juntos... nunca somos esquecidos. Obrigada tia-avó Céu! O André diz que é de estranhar vir uma fralda azul e branca desses lados. Será que se estão a render às evidências?! Se calhar este ano é que vai ser ;)

As nossas cores...



E sempre a pensar em tudo, aqui fica o miminho da Lia (mesmo a condizer com o quarto do André). Obrigada por tudo. Adoramos!

Simplesmente obrigada....


O que dizer à D. Carolina? Sempre tão prestável, tão aamável... Obrigada, ficamos muito tocados pelo gesto... uma das primeiras prendinhas do André e ...a triplicar!

O 2º!




Eis que após 8 anos, surge o 2º neto! Babadíssimos aqui os vovós maternos com mais um pilitas na prole :) Este vovô além de FCP também vai tornar o André em ADS ferrenho!

Os papás não resistem


E porque também os papás têm o direito e o dever de mimar os seus kinininitos, não resistimos... Com todo o amor